Aprenda a tomar decisões sobre o seu dinheiro.

Aprenda a tomar decisões sobre o seu dinheiro.

Conquistar estabilidade financeira para usufruir de tranquilidade no futuro é um dos grandes desafios atuais. A crise econômica assombra o brasileiro há algum tempo e, para sair desse labirinto, uma solução é construir a sua planilha de orçamento familiar.

Você sabe para onde vai o seu dinheiro? Consegue reconhecer qual é a importância dessa informação para a sua vida futura? Esse tipo de dado tem impacto direto na sua família, nos seus filhos, nas relações afetivas e profissionais. Com uma vida financeira desorganizada e mal planejada, sua mente se estressa e você entra em conflito.

Pense como a ansiedade toma conta de você a cada fim de mês e suga a sua energia. É hora de fazer algo, de tomar as rédeas da sua vida e de reunir forças para enfrentar a realidade e empoderar-se economicamente.

Quer saber como? Entenda agora como criar uma boa planilha de orçamento familiar e organize as suas finanças de uma vez por todas!

Em primeiro lugar, planejar é a solução

Antes de começarmos, é preciso que você entenda uma diferença: controlar não é planejar. O controle diz respeito ao passado. Ele é importante, mas não será o responsável pela transformação da sua vida. Os aplicativos financeiros fazem isso para você, sem que haja envolvimento e comprometimento.

Tudo é automático, integrado à sua conta bancária. O alcance é curto, você apenas olha os gráficos e recebe a informação do que foi feito. É possível saber exatamente o destino do seu dinheiro, mas você não terá ideia do que fazer em seguida.

O essencial é ter planejamento. Ele visa ao futuro e ao que pode ser feito. Com a planilha de orçamento familiar, você e sua família conseguem não só determinar quais serão seus objetivos, mas também quando poderão alcançá-los.

Entender a diferença entre controle e planejamento é fundamental para que você compreenda a necessidade de fazer um orçamento doméstico. Para atingir objetivos, você precisa ter intenção, mirar um alvo, desejar essa coisa — além de saber que, para conquistá-los será necessário esforço e uma boa dose de sacrifício.

O prazer será aproveitado lá na frente. Nada mais gratificante do que recolher uma recompensa e saber que tudo o que foi feito está sendo premiado. Você se elege protagonista de sua história.

Como fazer uma planilha de orçamento familiar

Colocar sua vida financeira em ordem é uma tarefa que exige disciplina. Você deverá saber claramente quais são suas despesas, a média de gastos extras e suas metas. Esse mapeamento é que dará elementos para abastecer a sua planilha. Tenha tudo anotado. e não deixe nada de fora.

Todos os gastos precisam constar na planilha, assim como seus objetivos. Do contrário, não há sentido em começar a planejar. O caminho para a sua independência financeira passa por aqui. Você pode montar o orçamento num arquivo de Excel ou do Google Sheets.

O que deve constar em sua planilha de orçamento familiar

  • receita mensal: todas as rendas da família — como salários líquidos, trabalhos extras, 13º, bônus etc.;
  • investimentos;
  • gastos frequentes e compromissados: contas de energia, água, telefone, internet, celular, plano de saúde, mensalidade escolar, condomínio, aluguel, funcionários domésticos, parcelas do carro, tarifas bancárias, anuidades;
  • gastos frequentes: alimentação, transporte, supermercado, educação complementar, lazer;
  • gastos eventuais: IPTU, IPVA, material escolar, matrícula, viagens, presentes (Natal, datas comemorativas, aniversários);

Esses dados devem ser anotados diariamente. Faça a previsão dos meses seguintes com base na média dos últimos períodos. Essa visão do que você gasta no mês em relação ao que ganha lhe dará noção de como manejar custos e estabelecer metas.

Saiba quais são as vantagens de uma planilha de orçamento familiar

O planejamento abre portas para que você marque posição em relação ao que pretende. Com os cálculos bem-feitos, você deixa as desculpas de lado e adota compromissos.

Veja a seguir quais são as vantagens de fazer uma planilha.

Maior entendimento entre a família

Planejamento implica diálogo. Saber como e se o dinheiro poderá ser gasto exige esforço de todos os membros da família. Não raro, alguém precisará ceder: reduzir custos, deixar de consumir uma marca cara e adiar um desejo dispendioso.

O orçamento permite que você reconheça como sua família se relaciona com o consumo — o mapeamento força a identificação do destino do dinheiro. Quando as coisas ficam claras, a relação tende a melhorar e as coisas ficam mais leves. A vida financeira saudável depende da boa relação familiar.

Análise do estilo de vida

O orçamento familiar é uma ferramenta poderosa para a reflexão. Os números revelam muito do que somos e também deixam claro o que queremos ser. Afinal, quando traçamos objetivos e definimos os passos para chegar até eles, estamos forçando uma mudança e estabelecendo uma nova postura.

Essa vantagem da planilha doméstica está relacionada com o empoderamento e o diálogo aberto. Ao comprometer-se, você toma à frente da situação e conduz a vida da melhor forma possível. Os sacrifícios são medidos, mas têm objetivos claros. Nada disso consertará erros do passado, mas criará soluções para o futuro.

Como o diálogo foi estabelecido na família, resoluções como mudar o estilo de vida, mesmo que temporariamente, ficam mais fáceis de serem tomadas.

Definição de prioridades

No momento em que você está planejando, é possível enxergar o cenário financeiro da sua família para os próximos meses. De posse dessa informação, fica mais fácil definir o que pode ou não ser realizado. Se há planos de viajar, é preciso inserir esses gastos futuros na planilha. O que vocês precisam fazer para realizar esse desejo?

O orçamento familiar revela intencionalidade. Afinal, se há vontade de viajar, o dinheiro tem que estar reservado. Para isso, é preciso rever gastos e demonstrar comprometimento. Do contrário, serão apenas vontades.

Alcance do equilíbrio financeiro

Todo o esforço de fazer e alimentar uma planilha tem como objetivo a estabilidade financeira da sua família. Esse equilíbrio é fundamental para o bem-estar, a saúde e até para a educação dos filhos. A elaboração de um orçamento familiar exige dedicação — no entanto, lembre-se: há um objetivo maior no horizonte.

Montagem de reserva financeira

Imagine se alguém da sua família precisa de algum tratamento especial de saúde. De onde virá o dinheiro? A reserva financeira dará a vocês a tranquilidade para lidar com os imprevistos da vida. Nunca se sabe quando algo de ruim vai acontecer — a melhor forma de preparar-se, então, é contar com a segurança financeira de uma reserva.

Quando a economia para a criação dessa reserva está prevista no orçamento, não há motivo para não cumprir a meta. Assim, você garante um fundo que pode ser utilizado nas emergências.

Montagem de aposentadoria

O planejamento abre espaço para que você pense na sua aposentadoria. Depender apenas da Previdência Social não é uma boa opção para quem quer manter o padrão de vida.

Para ter tranquilidade no futuro, é preciso fazer reservas em uma previdência privada. Assim, sua aposentadoria será aproveitada da melhor maneira — voltaremos a falar desse assunto ainda neste artigo, acompanhe!

Confira o que pode ser feito com um bom planejamento familiar

Não adianta conhecer o conceito de uma planilha de orçamento familiar, seus benefícios e vantagens, sem saber como aplicá-los em sua vida. Sendo assim, vejamos alguns detalhes sobre a utilização prática desse tipo de ferramenta. Continue lendo!

Realização de investimentos para aposentadoria

Uma boa planilha de orçamento familiar pode fazer com que você guarde parte de suas receitas mensais para realizar o investimento pensando na aposentadoria.

Contribuir com o INSS é uma obrigação determinada por lei e é muito válido. Porém, contar apenas com a Previdência Social para garantir a sua tranquilidade financeira e conforto quando decidir se aposentar pode ser considerado um risco maior que qualquer tipo de investimento existente atualmente.

Estamos presenciando um cenário de mudanças nas formas de concessão do benefício da aposentadoria. Alguns especialistas mais pessimistas — que têm certo grau de razão — afirmam que, se as coisas continuarem assim, pouquíssimas pessoas poderão se aposentar pelo INSS daqui a alguns anos.

Você também precisa saber que existe um teto máximo para o pagamento da aposentadoria. São feitos diversos cálculos de médias de recebimentos para determinar o seu salário mensal — em quase 100% dos casos costuma ser menor que o rendimento anterior ao aposento.

Portanto, você deve inserir em sua planilha de orçamento familiar uma quantia destinada à aposentadoria, desvinculada do INSS. A pergunta que fica no ar é: como fazer isso? A resposta é muito simples: com investimentos financeiros.

Inicialmente, podemos destacar a previdência privada. Nessa modalidade, o indivíduo paga determinada quantia durante uma quantidade de anos e, ao final desse período, que chamamos de acumulação, ele passa a receber uma parcela em dinheiro que pode ser vitalícia ou por tempo determinado — tudo de acordo com a vontade da pessoa.

As grandes vantagens desse tipo de investimento são:

  • baixo risco, se comparado a outras modalidades que possuem rentabilidades semelhantes;
  • flexibilidade, uma vez que o titular decide quanto vai pagar e por quanto tempo — obviamente, o valor a ser recebido durante a aposentadoria refletirá o montante que foi acumulado;
  • possibilidade de complementação de renda advinda da Previdência Social.

Além dessa opção, temos outras alternativas de investimento de longo prazo que também podem ser utilizados para garantir uma vida mais tranquila e financeiramente segura na aposentadoria. Entre eles podemos destacar:

  • Títulos Públicos;
  • Certificados de Depósitos Bancários (CDBs);
  • Letras de Crédito Imobiliário (LCI).

Criação de metas de curto, médio e longo prazo

Além do investimento para garantir a aposentadoria, ter uma boa planilha de orçamento familiar pode auxiliar na criação de metas de curto, médio e longo prazo. Suponhamos que você queira trocar de carro em, no máximo, 12 meses.

Com essa ferramenta você pode estabelecer um valor fixo a ser poupado a cada mês para realizar a meta — ou, simplesmente, adequar as finanças para adquirir o bem parceladamente por meio de um financiamento que proporcione boas taxas de juros.

Um exemplo de meta de médio ou longo prazo pode ser a aquisição de uma casa ou apartamento. Com a planilha de orçamento familiar você pode determinar uma quantia mensal e criar uma reserva para que, no momento certo, seja adquirido o imóvel, de acordo com as suas necessidades e exigências.

Dicas de planejamento financeiro familiar

Para finalizar este artigo, citaremos agora algumas dicas básicas para que você possa realizar o planejamento financeiro familiar de forma efetiva. Essa etapa é muito importante e deve ser realizada no início da fase de elaboração do seu orçamento. Acompanhe!

Defina objetivos

Traçar um planejamento financeiro sem objetivos é perda de tempo. É como aquela velha frase de um filme infantil: “para quem não sabe onde quer ir, qualquer caminho é o correto”.

Você precisa ter objetivos bem definidos, como, por exemplo: ter uma velhice mais tranquila, pagar a formação dos filhos, adquirir um imóvel, fazer viagens, comprar uma casa no interior… Enfim, algo de valor que lhe proporcione alegria, entusiasmo e que coloque você mais próximo da sua melhor versão.

Os objetivos são importantes para motivar todos os membros da família a realizar as ações de planejamento financeiro. Quando você vislumbra um ponto B, um determinado benefício futuro, automaticamente você programa a sua mente e a das pessoas à sua volta e todos ficam focados na realização daquele objetivo, facilitando que ele seja alcançado.

Aprenda a investir

O conhecimento sobre investimentos é algo de extrema importância na realização de um orçamento e planejamento financeiro familiar. Por meio dele, você pode fazer com que o seu dinheiro cresça ao longo do tempo — permitindo, assim, que você gere uma renda recorrente que pode ser adicionada aos seus rendimentos mensais.

Contrariando o pensamento de muitos, os investimentos não são algo tão distantes da realidade dos brasileiros. Alguns pensam que são necessários anos de aprendizado e prática para depois começar a se aventurar nesse mercado — no entanto, isso não é verdade.

Existem várias aplicações que são bem simples de serem entendidas. Em outros casos, como em investimentos na bolsa de valores, por exemplo, você pode contar com o auxílio de pessoas especializadas que mostrarão as melhores opções disponíveis no mercado e adequadas ao seu perfil.

Anote todos os gastos

Essa última dica pode parecer um pouco clichê. No entanto, ela jamais poderá deixar de ser mencionada. Independentemente dos seus rendimentos, despesas e formas de controle, não existe uma maneira mais eficaz de registrar os acontecimentos que impactam as suas finanças.

A partir do momento em que esses registros começarem a ser realizados, você poderá ter uma visão mais ampla sobre as suas despesas e verificar os gargalos que sugam o seu potencial de compra e prejudicam as tentativas de gerir as finanças.

Seguindo essas dicas desse guia completo e definitivo você terá em mãos um grande aliado para transformar a sua vida financeira e garantir mais segurança, conforto e comodidade para você e a sua família — daqui a um tempo você poderá, inclusive, ensinar para os demais membros os conhecimentos que adquiriu com essa leitura.

E então? Gostou deste artigo sobre como fazer uma planilha de orçamento familiar? Gostaria de receber mais informações valiosas como a que acabou de ler? Curta a nossa página no Facebook e, dessa forma, não perca nenhuma de nossas próximas postagens.

Sobre o Autor

André Novaes é empreendedor formado em administração de empresas. Acumula experiência no varejo e mercado financeiro, tendo atuado em empresas como 3M do Brasil, Credit Suisse Hedging Griffo, e Prudential do Brasil. Como empreendedor, a sua jornada começou em 1998, quando montou a sua 1ª empresa, um site de internet que posteriormente foi vendido em 2000. Especialista em planejamento de vida, proteção financeira e investimentos dinâmicos, atua como pesquisador e planejador, professor e palestrante, com a missão de conduzir as pessoas e famílias brasileiras à auto- gestão responsável de sua vida e finanças, reconduzindo a família ao centro do planejamento de vida. Em 2007, André Novaes fundou e atua como CEO da LifeFP™. Em 2016 escreveu o manifesto “Uma Nação em Sua Melhor Versão” e criou a LIFE Academy como a plataforma que planejará a vida milhões de brasileiros e transformará a relação das pessoas com o dinheiro.

POSTS RELACIONADOS



06
out

Planejamento financeiro pessoal: como se preparar e conseguir realizar sonhos?

Conseguir um futuro tranquilo, com estabilidade financeira, é o sonho de grande parte das famílias brasileiras. Entretanto, essa não é a realidade da maioria. Uma recente pesquisa divulgou que 57,9% das famílias brasileiras...
Leia Mais
01
jan

Pela sua melhor versão

Primeiro dia de 2018, o ano de sua melhor versão: O que você quer para a sua vida? Quais são os os seus sonhos? E quais as metas que gostaria de...
Leia Mais
24
nov

PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR: COMO MANTER A TRANSPARÊNCIA COM O CÔNJUGE?

Sabemos que, quando duas pessoas decidem se casar, essa união vai além da questão física e passa, também, a ser financeira. Os dois se tornam, então, responsáveis pelo cumprimento das...
Leia Mais

Conheça os cursos online da Life Academy

Últimos Posts

Plano ou planejamento financeiro? E a relação com o seu guarda-roupas
11 de junho de 2018
Ansiedades que um Planejador Financeiro ajuda a resolver
25 de janeiro de 2018
Estabilidade e Segurança é com o Planejador Financeiro
22 de janeiro de 2018
planejamento financeiro pessoal
Cuidado para o seu investimento não perder a graça
18 de janeiro de 2018
Planejamento Financeiro Pessoal
Responsabilidade na vida faz bem para você
15 de janeiro de 2018
Afinal, por que desenvolver a inteligência financeira?
8 de janeiro de 2018

CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!