Aprenda a tomar decisões sobre o seu dinheiro.

Aprenda a tomar decisões sobre o seu dinheiro.

Em tempos de crise, a instabilidade financeira pode estar presente na vida de qualquer pessoa, sendo capaz de afetar qualquer planejamento. Diante de dívidas acumuladas, desemprego ou gastos que vão se tornando cada vez mais elevados, não há outra opção a não ser rever seu planejamento.

Todos somos pessoas com hábitos. Às vezes, nossos costumes financeiros suportam nossos estilos e qualidade de vida, às vezes não. Quando isso acontece, está na hora de cortar a sua dependência e relação com os hábitos que são ruins.

A principal razão pela qual pessoas enfrentam resistência a essa mudança se deve ao fato delas focarem mais na privação que acontecerá no momento, ao invés dos benefícios que terão no futuro. É hora de pensar sobre seus hábitos financeiros usando uma perspectiva diferente.

Para mudar sua vida para melhor, é necessário mudar suas prioridades, antes de tudo.

Não tenha medo da mudança no estilo de vida

Na maioria das vezes, não é simplesmente por curiosidade que as pessoas começam a perguntar para si mesmas coisas do tipo: “qual é o propósito das coisas que eu faço?“, “o que estou fazendo com a minha vida?” ou “o que posso fazer de diferente para melhorar?“.

Elas começam a se questionar porque estão cansadas. O descontentamento com a situação atual se tornou tão forte, que fez necessária uma busca interior por respostas e novas visões de mundo.

Com o mercado financeiro, não é diferente. Não é à toa que grandes empresas surgiram em momentos de crise. O senso de urgência para uma adaptação mais saudável foi o principal motivador para a construção de novos modelos de planejamento, pautados na exploração de novas habilidades para construir a melhor versão do que pessoas podem se tornar.

Para o psiquiatra e pesquisador Viktor Frankl, essa flexibilidade tem um nome: vontade de sentido. É justamente o incômodo ou sofrimento causado por uma situação desagradável ou difícil que incentiva o desenvolvimento da resiliência. Sendo assim, as questões certas não deveriam ser “o que eu estou esperando da minha vida?”, mas sim, “o que a vida está esperando de mim?”.

Portanto, a prioridade nesse momento de mudança deve consistir em assumir o protagonismo da sua vida (financeira) ao invés de deixar que as circunstâncias e os maus hábitos te façam insatisfeito.

Lembre-se de que nada é permanente, com exceção das mudanças. As suas incertezas podem torná-las assustadoras, mas a verdade é que elas também são a única forma de se garantir um futuro melhor.

Espere pelo inesperado

Você já teve algum colega de estudos ou de trabalho que sempre ensaiava o que ia dizer antes de uma apresentação importante, fazia backup dos slides, anotava todos os pontos importantes do conteúdo em um papel e sempre tentava prever soluções para possíveis problemas? Certamente essa era a pessoa que mais agradava o professor ou o chefe. De uma certa forma, pode-se dizer que o paranoico está sempre preparado.

Adote esse conceito para o planejamento financeiro da sua família. Coloque todo o seu orçamento de cada mês no papel e preste atenção aos gastos fixos que você tem com transporte, supermercado, entretenimento, alimentação, impostos… e veja o que pode ser cortado ou reduzido.

A mudança no estilo de vida não precisa ser pesada. Você pode começar a trocar o plano de assinatura da TV a cabo por um pacote mais básico, por exemplo. Se a conta de água e luz estiver muito alta, talvez seja uma boa ideia estabelecer um limite para o tempo que você gasta no chuveiro. Outra sugestão é passar a fazer comida em casa para levar ao trabalho ao invés de almoçar em restaurantes.

É importante também pensar nos gastos eventuais (os famosos “imprevistos”) e incluir um espaço extra no seu planejamento para a solução de possíveis problemas de última hora, como despesas médicas, reparos de veículos e compras de utilitários.

Um dos principais alvos de sua vida financeira deve ser a criação de margem, de espaço.

Quando você começa a detalhar o seu orçamento mensal e antecipar possíveis gastos futuros, está se preparando para o que quer que apareça no seu caminho. Poucas surpresas desagradáveis virão, já que você planejou tudo com antecedência.

Comece a investir

A principal mudança no estilo de vida de quem busca a melhor versão é investir e fazer o seu dinheiro render. Por isso, se você não tem um fundo de emergências e ainda não criou o hábito do investimento, está se entregando para mais um comportamento financeiro ruim.

Mas como separar mais uma fatia de um orçamento que já está bastante comprometido? Em um contexto no qual o dinheiro não sobra, você não precisa economizar muito (embora quanto mais você puder investir, melhor). O lucro maior virá com o tempo, no entanto, você precisa se certificar de que separou um valor mínimo todo mês, cada vez que receber o seu pagamento. Lembre-se de duas coisas:

1) Dinheiro parado e prejuízo são sempre sinônimos.

2) Investir deve ser uma “conta para pagar” intencional e não o dinheiro que sobra, quando sobra… Se sobra… Veja este artigo e domine isso.

Para se ter uma noção, com depósitos de R$ 200 ao mês, e uma rentabilidade de 1%, por exemplo, em 25 anos é possível acumular cerca de R$ 379.000,00.

Se você ainda não sabe qual opção de investimento escolher, investigue as possibilidades de baixo risco como o Tesouro Direto. Avalie quais são os benefícios de cada tipo de investimento, e qual se encaixa mais ao seu contexto.

Não deixe de perseverar

Os desafios da vida nunca param, e a sua melhor defesa possível para enfrentá-los é começar a trabalhar na sua liberdade financeira. Isso nem sempre garantirá que você tenha uma estabilidade eterna, mas pode manter a tranquilidade em momentos difíceis.

Sua independência não vai aparecer da noite para o dia. Vai ser um processo de mudar a forma como você vê o seu dinheiro. É um processo de deixar o consumismo de lado para assumir total controle sobre seu orçamento. Será um processo de empoderamento econômico, que você compartilhará com sua família, para fazer progressos em direção a suas metas financeiras em conjunto.

Pequenas mudanças, ao longo do tempo, fazem uma enorme diferença. O importante é não deixar a insegurança te impedir de agir agora. Escolha o dia de hoje para dar o primeiro passo em direção a sua própria autonomia financeira. Lembre-se:

Resultados extraordinários emergem da soma de atitudes ordinárias

Gostou das dicas? Quer aprender um pouco mais sobre o assunto? Leia nosso artigo sobre planejamento pessoal e não deixe de ficar por dentro desse tema!

Sobre o Autor

André Novaes é empreendedor formado em administração de empresas. Acumula experiência no varejo e mercado financeiro, tendo atuado em empresas como 3M do Brasil, Credit Suisse Hedging Griffo, e Prudential do Brasil. Como empreendedor, a sua jornada começou em 1998, quando montou a sua 1ª empresa, um site de internet que posteriormente foi vendido em 2000. Especialista em planejamento de vida, proteção financeira e investimentos dinâmicos, atua como pesquisador e planejador, professor e palestrante, com a missão de conduzir as pessoas e famílias brasileiras à auto- gestão responsável de sua vida e finanças, reconduzindo a família ao centro do planejamento de vida. Em 2007, André Novaes fundou e atua como CEO da LifeFP™. Em 2016 escreveu o manifesto “Uma Nação em Sua Melhor Versão” e criou a LIFE Academy como a plataforma que planejará a vida milhões de brasileiros e transformará a relação das pessoas com o dinheiro.

POSTS RELACIONADOS



28
jun

Cuidados com cartão de crédito: como não cair em armadilhas?

O cartão de crédito é um recurso muito prático. Quando usado da maneira correta, ele pode ser um grande aliado do planejamento financeiro. Afinal, mesmo que a pessoa leve dinheiro...
Leia Mais
06
nov

Perfil de investidor: aprenda como identificar o seu contexto

Você está preocupado com o seu futuro. Deseja fazer um planejamento financeiro que leve em conta o seu contexto de vida atual e que, além disso, possa melhorar a sua...
Leia Mais
17
jul

Conheça 5 ferramentas de controle financeiro pessoal

Lidar com o dinheiro sempre foi uma das maiores dificuldades do ser humano. Algumas pessoas lidam bem com isso, outras se sentem perdidas e acabam transformando suas finanças em um...
Leia Mais

Conheça os cursos online da Life Academy

Últimos Posts

Afinal, o que é resiliência financeira?
17 de novembro de 2017
Planejamento financeiro: saiba como criar uma rotina de organização
13 de novembro de 2017
Perfil de investidor: aprenda como identificar o seu contexto
6 de novembro de 2017
Decisões financeiras: saiba como crescer de forma consciente!
16 de outubro de 2017
Saiba como as decisões financeiras impactam na formação dos filhos
11 de outubro de 2017
Planejamento financeiro pessoal: como se preparar e conseguir realizar sonhos?
6 de outubro de 2017

CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!