Aprenda a tomar decisões sobre o seu dinheiro.

Aprenda a tomar decisões sobre o seu dinheiro.

Como usar o FGTS de maneira inteligente?

Você sabe usar o FGTS? Suponhamos que você tenha recebido esse valor, seja por motivo de dispensa sem justa causa, ou pelo programa do Governo Federal que cedeu acesso às contas inativas. Sabe o que fazer com o dinheiro?

Muitos empregados, ao receberem o valor, acabam desperdiçando todo o montante com gastos desnecessários, quando poderiam utilizar o dinheiro para realizarem uma série de outros investimentos que trariam inúmeros benefícios.

Nosso objetivo com este artigo é definir exatamente o que é o FGTS e listar uma série de formas inteligentes de utilizar o dinheiro. Confira!

O que é e como usar o FGTS

A utilização do FGTS é uma escolha absolutamente individual. Cada pessoa possui seu próprio conjunto de valores, conhece suas necessidades e sabe o que é importante em sua vida e quais áreas merecem investimentos financeiros.

Mas há algumas coisas que você precisa saber para obter o máximo de benefício desse valor.

O FGTS funciona como uma poupança para o empregado enquanto ele exerce suas atividades em determinada empresa.

Mensalmente, o empregador faz o depósito de um valor correspondente a 8% do salário do empregado, e os valores recolhidos ou depositados são ajustados mensalmente, para que não desvalorizem com o passar dos anos.

Existem alguns casos em que é permitido ao empregado efetuar o saque em sua conta do FGTS, sendo os principais quando ocorre a demissão sem justa causa e quando ocorre a extinção da empresa.

Outra hipótese, vivenciada por muitos brasileiros recentemente, é a liberação das contas inativas do FGTS.

As contas inativas pertencem àquelas pessoas que pediram dispensa de seus empregos e não tiveram direito ao saque do benefício.

Os empregados que solicitaram dispensa e não aproveitaram o benefício do governo têm acesso aos seus valores depositados em sua conta do FGTS após decorridos 3 anos do último vínculo empregatício.

Portanto, o FGTS não pode ser visto como um valor extra para ser gasto com coisas desnecessárias, tampouco como um prêmio dado ao trabalhador pelo seu tempo de serviço prestado.

Sendo assim, vamos listar algumas maneiras inteligentes de usar o FGTS:

Pagar dívidas vencidas

Quitar uma dívida não significa exatamente constituir um ativo; porém, a economia do Brasil é tão instável que uma dívida pode se tornar o maior vilão para a pessoa que pretende acumular riquezas.

Isso porque os juros cobrados pelos bancos e por algumas instituições financeiras são muito elevados, e manter essas dívidas, mesmo que pagas em dia, acaba gerando um alto custo para a pessoa.

Portanto, se você possuir dívidas com cartão de crédito, cheque especial ou empréstimo pessoal, poderá usar o FGTS para quitá-las.

Após quitada a dívida, é importante que você não entre em outros empréstimos ou financiamentos, exceto em casos de urgência, pois para conseguir juntar um bom valor na conta do FGTS novamente é necessário tempo e, para sacá-lo, é necessária a dispensa sem justa causa ou uma nova liberação por parte do governo para que o empregado possa ter acesso.

Antecipar dívidas a vencer

Você poderá usar o FGTS para quitar parcelas de empréstimos ou financiamentos que ainda vencerão, desde que, quando do pagamento antecipado, o credor desconte os juros que incidiriam sobre o contrato se as parcelas tivessem sido pagas na data de vencimento futura.

É importante que, ao fazer a antecipação do pagamento, você conheça os seus direitos e analise com muito critério o valor informado para a quitação.

É comum que algumas instituições financeiras não façam o devido desconto dos juros nos casos de pagamento antecipado, ou, ainda, que solicitem que seja paga uma determinada quantidade de parcelas para solicitar a quitação.

Portanto, antes de usar o FGTS para pagar dívidas que vencerão no futuro, verifique se não vale a pena utilizar o valor de outra forma, conforme estamos mostrando neste artigo.

Fazer investimentos de longo prazo

Outra opção inteligente para a utilização do FGTS é realizar um investimento de longo prazo.

Um investimento de longo prazo, basicamente, é aquele que, como o próprio nome sugere, permanecerá aplicado por muitos anos.

Considere a possibilidade de deixar esse valor investido por 10, 20 anos ou mais. Na verdade, muitas pessoas usam o FGTS para começar um investimento desta forma.

Criar uma reserva de emergência

Essa opção, na realidade, traduz o verdadeiro intuito do governo federal ao criar o FGTS. Ou seja, servir como uma reserva de segurança para emergências.

Toda pessoa está sujeita a problemas que devem ser resolvidos imediatamente, desde questões de saúde até situações relacionadas com seu patrimônio.

Suponhamos que você precise fazer uma cirurgia em pouco tempo e não possua um plano de saúde. O valor do FGTS, guardado para emergências, pode ajudar.

Ou, ainda, vamos imaginar que você colida o veículo que utiliza para trabalho e não possua um seguro; esse valor pode ajudar a solucionar o problema.

Constituir uma reserva de emergência com o FGTS recebido é uma excelente opção, uma vez que você não precisará abrir mão de um valor que já possui para guardar e formar essa reserva.

Fazer investimentos em educação

Investir na própria educação pode ser uma ótima e inteligente alternativa para usar o FGTS

A educação traz inúmeros benefícios ao trabalhador. Você pode melhorar a qualidade dos seus serviços, entrar em uma faculdade, fazer cursos de pós-graduação, reciclagem ou estudar um novo idioma.

Começar um novo negócio

Outra maneira inteligente de usar o FGTS é investir em um negócio e se tornar empreendedor.

A crise econômica deixou muitas pessoas desempregadas, e elas estão buscando formas de restabelecer suas finanças pessoais abrindo um pequeno (ou grande) negócio.

Existem inúmeras vantagens em ser dono ou dona do seu próprio negócio. Todo o lucro do trabalho realizado é seu, e, além disso, você não precisará cumprir horários ou submeter-se às ordens de um terceiro.

O dinheiro do FGTS pode ser utilizado como um investimento para o seu negócio. Você pode adquirir matéria-prima, produtos para revenda, equipamentos de informática e construir ou reformar um espaço para realizar a atividade.

Atualmente existem inúmeras áreas de negócio e nichos de mercado que podem ser realizados em sua própria casa, sem a necessidade de grandes investimentos além de seu próprio tempo e trabalho.

Gostou dessas dicas sobre como usar o FGTS? Gostaria de receber mais conteúdos sobre planejamento pessoal? Então assine nossa newsletter para ficar atento a todas as novidades.

Sobre o Autor

André Novaes é empreendedor formado em administração de empresas. Acumula experiência no varejo e mercado financeiro, tendo atuado em empresas como 3M do Brasil, Credit Suisse Hedging Griffo, e Prudential do Brasil. Como empreendedor, a sua jornada começou em 1998, quando montou a sua 1ª empresa, um site de internet que posteriormente foi vendido em 2000. Especialista em planejamento de vida, proteção financeira e investimentos dinâmicos, atua como pesquisador e planejador, professor e palestrante, com a missão de conduzir as pessoas e famílias brasileiras à auto- gestão responsável de sua vida e finanças, reconduzindo a família ao centro do planejamento de vida. Em 2007, André Novaes fundou e atua como CEO da LifeFP™. Em 2016 escreveu o manifesto “Uma Nação em Sua Melhor Versão” e criou a LIFE Academy como a plataforma que planejará a vida milhões de brasileiros e transformará a relação das pessoas com o dinheiro.

POSTS RELACIONADOS



15
set

Plano e planejamento: entenda as principais diferenças

Você conhece as diferenças entre plano e planejamento? Ambas as palavras têm conceitos completamente distintos, bem diferente do que muitas pessoas pensam. O primeiro tem relação com aquelas coisas que...
Leia Mais
11
set

5 cuidados para ter ao contratar a previdência privada

A previdência privada vem sendo amplamente explorada pelos brasileiros, principalmente após as notícias sobre mudanças na aposentadoria oficial do governo e instabilidades econômicas que vivenciamos em nosso país. Ela, sem...
Leia Mais
14
ago

Consumo consciente: saiba como colocá-lo em prática

A contemporaneidade é marcada por um excesso. A todo momento, você é incentivado a comprar produtos, nem sempre necessários, que lançam mão de falsas promessas do suprimento total de suas...
Leia Mais

Conheça os cursos online da Life Academy

Últimos Posts

Plano e planejamento: entenda as principais diferenças
15 de setembro de 2017
5 cuidados para ter ao contratar a previdência privada
11 de setembro de 2017
Consumo consciente: saiba como colocá-lo em prática
14 de agosto de 2017
Descubra como definir seus objetivos financeiros
7 de agosto de 2017
Procurando melhores investimentos? Conheça 5 para evitar
31 de julho de 2017
Ritual matinal para uma vida em sua melhor versão
25 de julho de 2017

CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!