Aprenda a tomar decisões sobre o seu dinheiro.

Aprenda a tomar decisões sobre o seu dinheiro.

Ao longo da vida, no caminho da construção de uma narrativa sobre a melhor versão de você, existem várias decisões financeiras que devem ser tomadas. Essas decisões vão impactar diretamente suas possibilidades, o que você conseguirá conquistar para o seu futuro.

Elas são acompanhadas por muitas dúvidas e dilemas, como “Devo alugar ou comprar uma casa?”, “Qual a melhor forma de investir na formação dos filhos?” e “Como investir na aposentadoria?”

A seguir, apresentaremos a você as dúvidas mais comuns nessas três situações, como você pode tomar essas decisões de forma mais consciente e seguir em frente no caminho de sua melhor versão. Confira!

Comprar ou alugar?

Comprar ou alugar é uma das principais decisões financeiras que precisam ser tomadas na vida. As pessoas, em sua grande maioria, costumam levar em consideração apenas aspectos emocionais nesta situação. Não que isso não seja importante, mas você também deve incluir em sua intencionalidade o aspecto mais racional.

O primeiro passo é traçar um objetivo. Por exemplo, de acordo com o seu perfil, você deseja viver com a sua família em um imóvel de 1 milhão de reais e já possui em caixa 30% do valor do imóvel.

Quando lhe perguntam algo como “Você quer alugar um imóvel e ficar entregando todo mês o seu dinheiro a outra pessoa ou quer, mesmo que pagando mais caro, comprar um imóvel que é seu?”, a resposta quase unânime é comprar o imóvel. Mas será que esta é a opção que lhe permitirá assumir o protagonismo de sua vida?

Comprar um imóvel

Dar o valor de 300 mil reais de entrada em um imóvel de 1 milhão de reais significa financiar 70% do imóvel. Existem diversas opções, mas a mais comum delas é o financiamento de 20 anos, com a taxa média de juros de 1,25% ao mês. Isso significa que durante os 20 anos você terá uma parcela mensal de valor médio de 9.218 reais e, ao final do financiamento, terá pago pouco mais de 2,5 milhões pelo imóvel.

Alugar um imóvel

Para que esta comparação seja válida, você deve comparar com a opção de alugar um imóvel condizente com a sua melhor versão, ou seja, do valor de 1 milhão de reais. Em média, o valor do aluguel é estipulado em 0,55% do valor do imóvel. Neste caso, estamos falando do valor de 5.500 reais.

O importante a ser pensando é o que você poderia fazer com a diferença entre o valor da parcela do financiamento e o aluguel, que é de 3.718 reais.

Se optar pelo financiamento, ao final dele você teria o seu imóvel, mas pagaria mais do que o dobro de seu valor. Além disso, é provavelmente que não conseguirá fazer uma reserva financeira, tendo em vista o alto valor da prestação e os gastos extraordinários que surgem ao longo do caminho.

Se optar pela opção do aluguel, há diversas possibilidades de investimento que podem ser feitas, considerando os 300 mil de entrada e valor da diferença entre a prestação e o valor do aluguel.

Uma ajuda especializada pode lhe ajudar, a partir de um bom e possível planejamento financeiro, a conquistar seus objetivos. Ou seja, mesmo optando pelo aluguel, é possível viver em um imóvel de acordo com a sua pretensão. Ao investir os 300 mil de reserva e a diferença entre o aluguel e a prestação, é possível construir uma narrativa em que você poderá comprar o imóvel dos sonhos à vista, além de garantir uma reserva financeira.

Como investir na formação dos filhos?

É provável que você esteja desconfiado ou incomodado com a associação entre dinheiro e filhos. Quem já passou pela experiência de criar um filho sabe do custo em dinheiro que isso significa e da frustração que é de não conseguir proporcionar o que se espera para eles.

Afinal, qual pai não pensa em tentar proporcionar uma situação confortável para o seu filho no futuro? Traçando um objetivo claro e com um bom planejamento financeiro, isso é possível!

É preciso reconhecer que o dinheiro tem um lugar importante na vida de uma família, não como um garantidor da felicidade ou substituto dos laços de amor, mas como um instrumento que possibilita muitas conquistas ao seu filho e a sua família. De maneira geral, você tem duas opções: controlar o seu dinheiro ou ser controlado por ele.

Controlado pelo dinheiro

Esta situação se refere àquela em que você não realiza nenhum planejamento financeiro e não constrói a sua vida a partir dos seus objetivos, mas tem a sua vida moldada pelo “o que dá para fazer”.

Ou seja, caso o seu filho não estude de forma gratuita, não há garantias em relação a sua formação ou ao seu futuro. Além disso, a falta de planejamento lhe levará uma maior quantia de dinheiro e, muitas vezes, de forma desnecessária. Esta é uma lógica simples, tudo que você planeja com certa antecedência lhe garante um menor valor gasto e uma maior segurança no que é investido.

Controlador do seu dinheiro

Quando se traça o seu perfil, sabe-se o objetivo que quer alcançar e os meios de consegui-lo, você passa a assumir o protagonismo de sua vida financeira e pessoal. Nesta situação, estamos falando de construir um legado para o seu filho!

Imagine, por exemplo, poupar a quantia de 1.100 reais todo mês para ele durante 18 anos. Caso o seu filho estude em uma universidade particular, terá garantido todos os anos de sua formação, independentemente do curso escolhido.

Caso ele estude em uma universidade pública, você tem ainda a opção de dar outro destino para esse dinheiro, realizar outros investimentos, ou ainda continuar investindo no aprimoramento pessoal filho.

Optar ou não pela aposentadoria privada?

Qual é o principal investimento de sua vida? Esta pergunta parece ser difícil de responder, mas a resposta para ela é simples: a sua aposentadoria. Chegará um momento em que você não vai querer mais depender do dinheiro do trabalho. Dessa forma, você deve ter outra fonte de recursos para ter a sua independência financeira.

A realidade brasileira atual não permite depender do governo para garantir a sua aposentadoria. A iniciativa privada também não é a melhor opção para atender sua intenção de assumir o protagonismo da sua melhor versão.

O primeiro passo é refletir sobre o estilo de vida que você quer levar quando não quiser mais trabalhar. A partir disso, você conseguirá chegar em um valor maior, menor ou igual aos seus gastos mensais atuais. A partir de um simulador, é possível calcular o valor exato da quantia que você deverá poupar de forma intencional para atingir suas pretensões.

Tomar decisões financeiras importantes não é uma tarefa simples. Como vimos, há diversos fatores que precisam ser levados em conta, tais como o seu perfil, seus objetivos, traçar um planejamento etc. Essa complexidade exige uma auxílio especializado em sua caminhada rumo a sua melhor versão.

Que tal fazer uma análise do seu perfil, do contexto e dos seus objetivos de vida? Assim, os especialistas podem construir um plano detalhado para auxiliá-lo no alcance de suas metas, focando em torná-lo protagonista da sua vida, empoderando-o economicamente. Entre em contato conosco e esteja mais perto da sua melhor versão.

Sobre o Autor

André Novaes é empreendedor formado em administração de empresas. Acumula experiência no varejo e mercado financeiro, tendo atuado em empresas como 3M do Brasil, Credit Suisse Hedging Griffo, e Prudential do Brasil. Como empreendedor, a sua jornada começou em 1998, quando montou a sua 1ª empresa, um site de internet que posteriormente foi vendido em 2000. Especialista em planejamento de vida, proteção financeira e investimentos dinâmicos, atua como pesquisador e planejador, professor e palestrante, com a missão de conduzir as pessoas e famílias brasileiras à auto- gestão responsável de sua vida e finanças, reconduzindo a família ao centro do planejamento de vida. Em 2007, André Novaes fundou e atua como CEO da LifeFP™. Em 2016 escreveu o manifesto “Uma Nação em Sua Melhor Versão” e criou a LIFE Academy como a plataforma que planejará a vida milhões de brasileiros e transformará a relação das pessoas com o dinheiro.

POSTS RELACIONADOS



27
dez

ENTENDA QUAIS SÃO OS TIPOS DE COBERTURA DE SEGUROS DE VIDA

Você sabia que o seu planejamento financeiro pode passar por mudanças bruscas? Isso acontece devido aos imprevistos, que chegam sem avisar e podem causar grandes estragos. Então, como fazer para...
Leia Mais
04
abr

Cresce a participação feminina na economia

É fato. As mulheres brasileiras, especialmente as da classe C, estão movimentando cada vez mais a economia brasileira. De acordo com uma pesquisa do Instituto Data Popular, elas detêm 37%...
Leia Mais
Planejamento Financeiro Pessoal
24
jul

Afinal, como fazer uma boa planilha de orçamento familiar?

Conquistar estabilidade financeira para usufruir de tranquilidade no futuro é um dos grandes desafios atuais. A crise econômica assombra o brasileiro há algum tempo e, para sair desse labirinto, uma...
Leia Mais

Conheça os cursos online da Life Academy

Últimos Posts

Como ter um ótimo diálogo financeiro dentro de casa
11 de dezembro de 2017
Como ter uma alimentação saudável e barata
4 de dezembro de 2017
Orçamento Familiar: 4 dicas para organizar sua vida financeira!
30 de novembro de 2017
A importância de saber doar e receber
27 de novembro de 2017
Afinal, o que é resiliência financeira?
17 de novembro de 2017
Planejamento financeiro: saiba como criar uma rotina de organização
13 de novembro de 2017

CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!