Aprenda a tomar decisões sobre o seu dinheiro.

Aprenda a tomar decisões sobre o seu dinheiro.

Você conhece as diferenças entre plano e planejamento? Ambas as palavras têm conceitos completamente distintos, bem diferente do que muitas pessoas pensam.

O primeiro tem relação com aquelas coisas que as pessoas prometem no início de cada ano ou encerramento de ciclos. Ele ainda pode ser entendido como um conjunto de ações que visam a atender a um planejamento efetuado previamente.

Esse, por sua vez, tem uma função completamente diferente: ele é mais complexo e detalhado, além de ser elaborado no início de um projeto.

Entender como cada um dos conceitos funcionam e qual a relação entre eles é de extrema importância para a realização de qualquer tipo de projeto. O nosso objetivo é apresentar a definição das duas palavras bem como apontar as principais diferenças e outros pontos importantes. Confira!

O planejamento

É o ato de arquitetar de forma consciente e ordenada uma série de ações, de forma a alcançar um determinado fim ou objetivo valioso para a pessoa.

Em outras palavras, podemos afirmar que o planejamento é um processo que reúne um conjunto de tarefas que devem ser realizadas para alcançar metas e determinar propósitos a serem alcançados, estruturando a melhor forma para atingi-los.

Assim, deve haver concentração de esforços e utilização de recursos mais eficientes nessa etapa. Planejar pode ser entendido como antecipar algo que ainda não aconteceu, de modo a tomar alguma decisão quando uma das previsões acontecerem.

A ação se inicia a partir do momento em que é definido um objetivo, bem como as metas que devem ser batidas para que ele seja alcançado no prazo determinado.

Para elaborar um planejamento eficiente você deverá seguir as seguintes as dicas:

  1. Definir os seus objetivos claramente;
  2. Traçar as metas que devem ser batidas no decorrer do processo;
  3. Projetar ações para tomada de decisões quanto às condições adversas futuras que porventura possam surgir;
  4. Analisar as possibilidades alternativas de ações;
  5. Implementar o processo e avaliar resultados.

Qualquer objetivo valioso, independentemente do seu tamanho, só pode ser conquistado quando é minuciosamente planejado.

Essa é, então, a primeira etapa da realização de um novo empreendimento, onde tudo começa. Se ela é mal elaborada, ou simplesmente inexistente, todo o projeto ou objetivo é colocado em risco, correndo grandes chances de não vir a se concretizar.

O plano

De modo geral, os planos se referem a pequenas decisões como: fazer uma festa ou comprar uma roupa nova.

Não é necessário ter condutas detalhadas e precisas, ações arquitetadas e planejadas para realizar alguma das duas tarefas descritas acima, diferentemente do que ocorre com o conceito que aprendemos no item anterior.

No entanto, um plano, dentro de um processo, pode ser entendido como um desdobramento do planejamento. Ele é mais prático e fugaz, além de conter ações de curto prazo que necessitam ser realizadas.

Em outras palavras, podemos afirmar que os planos são ações pensadas dentro do ciclo do projeto e elaboradas com o objetivo de cumprir uma série de ações determinadas no planejamento, considerando os princípios e as ações que o norteiam.

Durante a execução de um projeto, podem ser pensados vários tipos de planos, como por exemplo: de comunicação, de captação de recursos, de gerenciamento de riscos, de administração, dentre outros. Para cada tipo, você terá ações específicas a serem realizadas.

No entanto, é preciso ter cuidado com a definição desse conceito. Muitas pessoas, acreditando que estão realizando algum tipo de planejamento, na verdade estão executando táticas simples, que podem não chegar ao resultado esperado. Quando uma pessoa põe um plano em prática, sem passar pela etapa de estratégia, corre grandes riscos de ver o seu objetivo simplesmente não ser concretizado.

Apesar de extremamente importante para a realização de um fim, se ele não for entendido como um desdobramento necessário ao planejamento, simplesmente não trará benefício algum.

A relação entre o plano e planejamento

Entendida a diferença entre os dois, é necessário verificar em qual momento esses conceitos, extremamente distintos, se encontram dentro de um projeto ou empreendimento.

Primeiro, é preciso mencionar que um plano — que realmente dê resultados, da forma como mostramos no item anterior — não poderá existir sem um planejamento. Ambos os conceitos estão unidos. Um servirá como meio de execução do outro. Para ilustrar essa relação, vamos citar alguns exemplos:

Suponhamos que você tem o objetivo de montar um negócio e, para isso, elabora um planejamento onde os dois primeiros itens são: localizar um local para ser a sede da empresa e procurar um contador para realizar os trâmites de registro.

Traçado os objetivos você deverá então determinar, por meio de um plano, os locais que terá de visitar para encontrar a sede do negócio. Com relação ao contador, teremos um segundo plano, no qual você deverá buscar os profissionais do mercado que ofereçam os melhores serviços e preços. Nesse caso, os planos e o planejamento se unem em busca de um único objetivo — a abertura de um novo negócio.

Vejamos outro exemplo simples da relação entre o os dois conceitos: suponhamos, agora, que você já tenha uma empresa e deseje aumentar o seu faturamento em 30%. Assim, será traçado uma estratégia contendo várias ações que deverão ser realizadas para alcançar esse fim, como: traçar um plano para aumentar a produção, diminuir custos e despesas, reduzir perdas, dentre outros.

Podemos mencionar que ambas as noções se unem e formam um único item em várias situações, sendo o plano do projeto um produto final da fase de planejamento, que contém uma coletânea de ações perfeitamente integradas, de forma a garantir que os propósitos sejam concluídos.

É importante que você entenda que, por estarem intimamente ligados, um plano não tem efeito nenhum se não for realizado anteriormente um planejamento, da mesma forma que esse último não servirá para nada se não existirem táticas detalhadamente arquitetadas para que o objetivo almejado seja alcançado.

Gostou deste artigo sobre as diferenças entre plano e planejamento? Ainda ficou com alguma dúvida ou tem alguma contribuição para agregar a este post? Então, deixe um comentário logo abaixo, a sua opinião é muito importante para nós.

Sobre o Autor

André Novaes é empreendedor formado em administração de empresas. Acumula experiência no varejo e mercado financeiro, tendo atuado em empresas como 3M do Brasil, Credit Suisse Hedging Griffo, e Prudential do Brasil. Como empreendedor, a sua jornada começou em 1998, quando montou a sua 1ª empresa, um site de internet que posteriormente foi vendido em 2000. Especialista em planejamento de vida, proteção financeira e investimentos dinâmicos, atua como pesquisador e planejador, professor e palestrante, com a missão de conduzir as pessoas e famílias brasileiras à auto- gestão responsável de sua vida e finanças, reconduzindo a família ao centro do planejamento de vida. Em 2007, André Novaes fundou e atua como CEO da LifeFP™. Em 2016 escreveu o manifesto “Uma Nação em Sua Melhor Versão” e criou a LIFE Academy como a plataforma que planejará a vida milhões de brasileiros e transformará a relação das pessoas com o dinheiro.

POSTS RELACIONADOS



16
out

Decisões financeiras: saiba como crescer de forma consciente!

Ao longo da vida, no caminho da construção de uma narrativa sobre a melhor versão de você, existem várias decisões financeiras que devem ser tomadas. Essas decisões vão impactar diretamente...
Leia Mais
11
out

Saiba como as decisões financeiras impactam na formação dos filhos

A formação dos filhos é uma das grandes preocupações dos pais. A educação tem seu papel no desenvolvimento de um cidadão, e isso passa também por questões financeiras. Proporcionar oportunidades...
Leia Mais
06
out

Planejamento financeiro pessoal: como se preparar e conseguir realizar sonhos?

Conseguir um futuro tranquilo, com estabilidade financeira, é o sonho de grande parte das famílias brasileiras. Entretanto, essa não é a realidade da maioria. Uma recente pesquisa divulgou que 57,9% das famílias brasileiras...
Leia Mais

Conheça os cursos online da Life Academy

Últimos Posts

Decisões financeiras: saiba como crescer de forma consciente!
16 de outubro de 2017
Saiba como as decisões financeiras impactam na formação dos filhos
11 de outubro de 2017
Planejamento financeiro pessoal: como se preparar e conseguir realizar sonhos?
6 de outubro de 2017
Saiba mais sobre como funcionam os investimentos seguros e de risco!
25 de setembro de 2017
5 cuidados para ter ao contratar a previdência privada
11 de setembro de 2017
Consumo consciente: saiba como colocá-lo em prática
14 de agosto de 2017

CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!