Aprenda a tomar decisões sobre o seu dinheiro.

Aprenda a tomar decisões sobre o seu dinheiro.

Um plano financeiro não é de grande valia! Para ser mais claro ainda: um plano financeiro não serve para muita coisa não… a não ser para preencher folhas de papel com alguma tinta, gráficos, tabelas e algumas frases e termos para lá de complicados para mim e para você.

E não! Eu não enlouqueci, tampouco mudei de carreira. Continuo sendo um planejador financeiro pessoal, mas reforço que um plano financeiro não serve para quase nada… Agora… Um planejamento financeiro é algo completamente diferente.

O que é um plano financeiro?

Um plano financeiro é algo estático, uma foto de um momento e um caminho a seguir a partir do que esta foto apresenta. Para ser bem claro: um plano financeiro é construído mais ou menos assim: Pega-se um bocado de seus sonhos e objetivos, analisa-se como você gasta o seu dinheiro hoje e assume-se como você o gastará amanhã, adiciona-se a isso um fluxo de caixa mensal e/ou anual e, para completar, um plano de investimento é montado considerando seus ativos não financeiros (planejamento imobiliário) e financeiros (títulos, ações, fundos, previdência, etc)…

Ah, e este plano de investimento ainda contempla as respostas que você deu a uma coleção de 10 a 15 perguntas elaboradas para você e para mais milhões de pessoas. Mas calma, ainda não acabou. Depois disso você recebe o seu PLANO financeiro. Uma coleção com 10, 20, 50 páginas… Bem ao gosto do cliente. E aí, você deve pegar este plano e implementar. Bem, se você não deseja fazer isso sozinho, pode deixar que alguém fará isso por você através da comercialização (Horas… Alguém tem que pagar a conta!) de produtos financeiros que são como uma “luva” para o seu plano financeiro. Agora, pensemos juntos, “nos miúdos”.

Como se constrói um plano financeiro.
(E a incrível relação disso com o seu guarda-roupas)

Através de 1 ou 2 reuniões que você fez com um “planejador financeiro” (“entre aspas”, mesmo) na qual ele bate um papo com você, faz boas perguntas abertas, preenche um formulário que atende pelo nome de “infloclient” ou “análise das necessidades do cliente” e depois “inputa” (o termo tecnológico para dizer que ele organizou as informações em um software) os dados coletados. Depois ele ajusta alguns parâmetros como a inflação estimada para os próximos X anos e pronto! Aperta-se o comando de imprimir e o seu plano está pronto.

Agora o “planejador financeiro” (“entre aspas”) vai analisar os produtos que ele tem e que melhor servirão ao seu plano… E aos outros dezenas que ele tem encima da mesa dele… E ele faz isso mais ou menos da mesma maneira, ou com a mesma lógica com a qual escolhemos qual roupa vestir todas as manhã quando abrimos o nosso guarda-roupa.

Olhe só, digamos que você tenha cerca de 10 camisas / camisetas / blusinhas (e eu sei que blusinhas são bem mais do que 10) diferentes em sua coleção de roupas, mais cerca de 7 calças diferentes, 3 blazers ou taieurs e 4 cintos. Com apenas isso, você tem mais de 840 combinações possíveis de roupas para os 365 dias do ano… E o que é que acontece na vida real: você sempre escolhe mais ou menos o mesmo padrão de combinação. Talvez não usemos nem 30% das roupas que temos!

Não porque nos faltam dias, oportunidades ou combinações possíveis, mas porque somos naturalmente guiados por padrões… Gostemos disso ou não… E é a partir desta mesma lógica que o “planejador financeiro” (bem “entre aspas”) lhe entrega um plano financeiro.

Ele escolhe sempre um padrão muito parecido de estratégias, orientações e carteira de investimento. Isso é errado? Não sei, mas não me parece o melhor para você! E com certeza não é o melhor para os seus próximos 10-20-30 anos de vida… Justamente o tempo contemplado em seu plano financeiro… Até porque tudo muda… Até mesmo a moda que estará dentro de seu guarda-roupa.

E o planejamento financeiro? Como é que funciona?

Se o plano financeiro é algo estático, o planejamento financeiro é dinâmico. Se o plano financeiro é uma foto do hoje, o planejamento financeiro é o filme do futuro, com o hoje no enredo e em sintonia com o passado.

Um planejamento financeiro é uma obra em andamento. É estar constantemente atento aos destinos de seu dinheiro e intencionalmente alinhado com os seus sonhos e objetivos de vida. Planejamento financeiro é sobre caminhar ombro a ombro. É sobre contar com alguém que lhe apóia ao longo da jornada da vida. É sobre curvas e não sobre retas.

Não há duvidas de que a menor distancia entre dois pontos seja uma reta, pelo menos em um plano reto, mas também não residem questionamentos quando afirmamos que a vida é muito mais cheia de curvas do que de retas e que são justamente nestes momentos de curvas que mais precisamos de um planejamento dinâmico, atenciosos e alinhado com o que somos e menos preocupado com o que temos.

E como é construído um planejamento financeiro?

Primeiro ingrediente: você, sua família, seus sonhos e sua busca pela sua melhor versão. Depois, adiciona-se a isso muito diálogo… E diálogo mesmo, ombro a ombro… Não necessariamente estruturado, quadrado, mas respeitosamente com um caminho a seguir, com ferramentas e técnicas que organizem este dialogo, mas não apenas com a frieza de questionários, formulas, tabelas e gráficos… E não adianta fazer isso com perguntas abertas… Ainda será um infoclient…

Planejamento financeiro é quando todo o seu plano financeiro está desenhado e algo não previsto e não pensado acontece. É aqui que um planejamento financeiro se faz. Oras, não é sempre que conseguimos prever tudo… O que seria chato a beça… Mas e aí, o que fazer?
Olhar o plano financeiro?
Mas como?
Saímos da reta!

Que tal caminhar um pouco? Que tal um dialogo ombro a ombro. Que tal resgatar os seus princípios e valores, estes, amplamente mais estáveis e sólidos do que os eventos dos próximos 15-20-30 anos. O que acontece muda! E muito!, mas o que somos, bem menos!

Planejamento é sobre acompanhar o uso de seu dinheiro.

É sobre ser vigilante com o destino de seus recursos.

É sobre perguntar-se: esta minha decisão de consumo está alinhada com o que realmente busco em minha vida, com o que realmente sou e com o que realmente importa. Se for: gaste! É!! Planejamento financeiro é sobre gastar dinheiro! E se não for: simples: pense melhor…

E para isso, que tal um bate-papo, uma caminhada ombro a ombro?

POSTS RELACIONADOS



16
jan

Saiba quais são as conceituações de investimentos

Quando o assunto é investimento financeiro, ninguém quer errar. Nada mais natural, pois qualquer falha é capaz de comprometer o seu capital de alguma forma — e isso pode, inclusive, significar...
Leia Mais
13
nov

Planejamento financeiro: saiba como criar uma rotina de organização

O planejamento financeiro pode ser considerado um dos principais requisitos para quem deseja ter uma vida financeira sadia, proporcionando mais segurança e conforto, extraindo de si a sua melhor versão....
Leia Mais
15
out

Minha decisão de doar R$ 1.830.000

Aos 37 anos de idade eu decidi doar R$ 1.830.000! A decisão está tomada e isso não significa que eu tenha este dinheiro para doar… Mas farei mesmo assim. Antes de...
Leia Mais

Conheça os cursos online da Life Academy

Últimos Posts

Ansiedades que um Planejador Financeiro ajuda a resolver
25 de janeiro de 2018
Estabilidade e Segurança é com o Planejador Financeiro
22 de janeiro de 2018
planejamento financeiro pessoal
Cuidado para o seu investimento não perder a graça
18 de janeiro de 2018
Planejamento Financeiro Pessoal
Responsabilidade na vida faz bem para você
15 de janeiro de 2018
Afinal, por que desenvolver a inteligência financeira?
8 de janeiro de 2018
Principal meta dos brasileiros para 2018 é juntar dinheiro
3 de janeiro de 2018

CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!